Fiocruz firma cooperação com Instituto Pasteur no Ceará

Por: Amanda Sobreira. Colaborou Liz Siqueira

A Fiocruz Ceará irá receber um pesquisador do Instituto Pasteur e dar início aos trabalhos integrados de pesquisa, visando a instalação da Plataforma Fiocruz-Pasteur no campus da Fundação Oswaldo Cruz no Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza. O anúncio foi feito pelo representante do Ministério da Europa e das Relações Exteriores da França, Leandro Batista, durante o evento que reuniu cientistas das duas Instituições e da Universidade de São Paulo (USP), na Fiocruz Ceará. “O governo francês é um parceiro histórico do Instituto Pasteur de Paris e acredita que a ciência deve guiar respostas à saúde pública. Por isso, o Ministério apoia a plataforma criando na cooperação do Ceará, um cargo de expert técnico internacional para contribuir com a consolidação e desenvolvimento do projeto”, informou Batista.

Na segunda-feira (18/04), os pesquisadores da Fiocruz realizaram um Seminário Científico para apresentar os projetos e pesquisas em desenvolvimento na Fiocruz Ceará, ligados à Imunologia e Imunoterapia, áreas estratégicas para as instituições. Na terça-feira (19/04), a delegação da França composta por representantes do Governo Francês (Ministério das Relações Exteriores e da embaixada da França no Brasil) e de pesquisadores do Instituto Pasteur e USP conheceu a infraestrutura e o Parque Tecnológico do Campus da Fiocruz no Eusébio. O elo entre as três Instituições será Nacer Boubenna, adido científico da Embaixada da França no Brasil.

A Cooperação com o Instituto Pasteur vai acelerar o desenvolvimento de pesquisas e insumos para o tratamento de doenças crônico-degenerativas (incluindo câncer e esclerose múltipla), o que poderá tornar o tratamento mais acessível à população. “A produção de imunobiológicos tem custo muito alto, que pode chegar a R$ 30 mil por aplicação em cada paciente, tornando o tratamento inviável para a maioria dos Brasileiros,”, afirma João Hermínio Martins da Silva, coordenador de Pesquisa na Fiocruz Ceará. Este aspecto foi também ressaltado pelo coordenador geral da Fiocruz Ceará, Carlile Lavor, mostrando a importância de produzirmos insumos no Brasil para baratear os custos e possibilitar o acesso à saúde por todos os brasileiros. “Tivemos um exemplo claro durante a Pandemia da Covid-19. Quando passamos a produzir vacina 100% nacional, a vacina chegou mais rápido para a população, com distribuição gratuita e a um custo de compra pelo ministério da Saúde muito mais baixo. “É isso que a Fiocruz faz, promove a saúde, melhorando o acesso e a qualidade dos serviços. Ter a parceria do Instituto Pasteur e da USP nesse projeto é de suma importância para todos”, destacou Carlile.

Por outro lado, o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz, Marco Krieger reforçou o laço centenário que existe entre as Instituições e falou sobre os desafios da cooperação técnico-científica com o Instituto Pasteur. “É uma parceria de mais de cem anos, com instituições trabalhando em ecossistemas diferentes, mas complementares. Assim, o sinergismo ganha mais sentido, já que trabalhando juntos, formamos uma potência ainda maior. É um momento de muita alegria, mas também de muita responsabilidade, pois temos o dever de honrar esse empreendimento que nasce apoiado em ombros tão fortes”, declarou Krieger.

No Ceará, o projeto de instalação está sob a coordenação do professor Wilson Savino, assessor especial da Fiocruz para a cooperação com Instituições Francesas. Ele destacou o trabalho desenvolvido ao longo de 13 anos da Fiocruz no Ceará. “Embora essa parceria já exista, acredito que a elevação de patamar de cooperação entre a USP, Fiocruz e Instituto Pasteur pode ser considerada um acontecimento histórico. A Fiocruz Ceará, apesar de recente, é muito pujante e tem uma importante contribuição para a saúde pública do Brasil, desde a sua origem com a Estratégia Saúde da Família, até mais recente nas suas ações de enfrentamento à Covid-19.  Nós iremos convergir muito mais para complementar os temas de pesquisa e conseguiremos gerar mais sinergia na produção e disseminação do conhecimento”, afirmou Savino.

No evento de abertura, o secretário de saúde, Marcos Gadelha representou a Governadora do Estado do Ceará, Izolda Cela, e falou sobre a parceria como peça fundamental no caminhar da saúde pública. A pandemia trouxe alguns aprendizados e alertas para o setor saúde, como a importância da vigilância em saúde e do uso de tecnologias para a facilitação desses processos. Dentro dessa perspectiva, reafirmamos que o Governo do Estado do Ceará e a Secretaria de Saúde continuarão incentivando e apoiando a parceria com essas instituições que tornam a saúde mais acessível e igualitária para todos”, afirmou Gadelha.

Participaram ainda, o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo do Ceará, Carlos Décimo; o vice-reitor da Universidade Estadual do Ceará, Dárcio Ítalo Teixeira e o reitor da Universidade Regional do Cariri, Francisco do O’ de Lima Júnior. Na comitiva da França, estiveram presentes também, o pesquisador e diretor científico adjunto da Vice-Presidência de Relações Internacionais do Instituto Pasteur – Paris, Fernando Arenzana; a assessora do Centro de Relações Internacionais da Fiocruz, Ilka Vilardo; o Adido Científico da Embaixada da França em Brasília, Nacer Boubenna; a co-coordonadora da plataforma Pasteur-USP e representante do Instituto Pasteur no Brasil, Paola Minóprio e a da encarregada de missões no Instituto Pasteur de Paris, Choé Rabiet.

Reunião com a Governadora

A comitiva francesa e os pesquisadores da Fiocruz foram recebidos pela Governadora Izolda Cela no fim da tarde de segunda-feira (18), no Palácio da Abolição, sede do Governo Cearense. Durante a reunião, o vice-presidente da Fiocruz, Marco Krieger atualizou a Governadora sobre a cooperação com o Instituto Pasteur, enquanto  o pesquisador Odorico Monteiro, Coordenador da Câmara de Inovação, Produção e Empreendedorismo da Fiocruz Ceará, destacou o trabalho da Renasf – Rede Nordeste de Formação em Saúde da Família – que atua formando mestres e doutores, com a parceria de 30 instituições de ensino superior em sete estados. O pesquisador também lembrou que 35 estudantes do curso de biotecnologia na Escola Profissionalizante do Eusébio, iniciativa apoiada pela Fiocruz, trabalham na Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19, fortalecendo a integração da Fiocruz no desenvolvimento científico e tecnológico do município. Carlile Lavor ressaltou ainda outra iniciativa da Fiocruz no Estado, a parceria com a URCA, na elaboração do projeto do MEdUrca, Curso de Medicina da Universidade Regional do Cariri, que iniciou sua primeira turma em março.  De fato, a Fiocruz está finalizando o “arcabouço necessário que culminará em mudança de qualidade, contribuindo com o crescimento científico e tecnológico do Ceará”, comentou Savino.

Entusiasta da educação e da ciência, a governadora reiterou o apoio do Governo nas iniciativas da Fiocruz Ceará e disse que em breve voltaria a visitar a sede no Eusébio. “Para nós é um privilégio ter a Fundação Oswaldo Cruz no Estado, uma instituição que teve atuação brilhante e determinante para o Brasil na pandemia. Afirmo que a Fiocruz terá todo o apoio do Estado, como sempre teve, nas suas iniciativas tão importantes para a formação dos nossos profissionais de saúde e para a saúde de todos os brasileiros”, destacou Izolda Cela.

No fim do encontro, Krieger agradeceu o apoio do Governo do Estado e ressaltou o compromisso da Fiocruz para enfrentar a pandemia “Atuamos na produção de testes, de diagnósticos e de vacinas. Apesar de ser um momento muito difícil, é gratificante ver o trabalho integrado de várias áreas e perceber o respaldo que o Governo do Estado e a sociedade em geral nos deu para enfrentarmos esse cenário”, finalizou.

João Hermínio Martins da Silva.
Roberto Nicolete
Gilvan Furtado
Gilvan Furtado
Fábio Miyajima
Fábio Miyajima
Carlile Lavor
Carlile Lavor
Carlos Décimo
Secretário de Saúde, Marcos Gadelha

Sede UNADIG
Visita à Unadig
Pesquisadores no prédio de laboratórios
Visita à Unadig

Reunião no Palácio da Abolição

Governadora
Izolda Cela (Governadora do Estado do Ceará)
Reunião com a governadora

Fotos: Ascom Fiocruz Ceará; Chico Gomes e Governo do Ceará

Tags: , , , , .


Delegação francesa visita Fiocruz Ceará visando instalação da Plataforma Fiocruz – Pasteur no campus do Eusébio

A Fiocruz Ceará recebe, nos dias 18 e 19 de abril, uma delegação francesa composta por representantes do Governo Francês (Ministério das Relações Exteriores e da embaixada da França no […]

Tags: , , , , , .







Vai um cafézinho aí? Pesquisadores desenvolvem fórmula que reduz glicemia e percentual de gordura.

O ensaio clínico, coordenado pelo pesquisador Márcio Araújo, enriqueceu o café, 100% arábica, com duas fórmulas naturais para averiguar os efeitos e impactos na saúde da população: o cacau e o frutooligossacarídeo (FOS), um açúcar não convencional, não calórico e não metabolizado pelo organismo humano.